Álvaro Damião

Coluna do Álvaro Damião

Veja todas as colunas

Copa Itatiaia: a copa do mundo do futebol amador

A Copa do Mundo do futebol amador sabe contar histórias, e a mais importante delas ainda está em construção: a história de Belo Horizonte!

12/12/2017 às 05:30

Neste dia especial para Belo Horizonte, na comemoração dos 120 anos da nossa cidade, nada melhor do que falar sobre futebol amador. Teve início no último domingo (10), a 57ª edição da Copa Itatiaia. Se no futebol profissional, os clubes estão de férias, nos campos de várzea é tempo de Copa do Mundo. Entre gramados e terrões, 32 equipes estão disputando a maior competição de futebol amador do Brasil. Só na primeira rodada, foram marcados 39 gols em 16 partidas.

Os clubes estão divididos nas chaves Belo Horizonte e Metropolitana, onde os dois primeiros colocados de cada chave avançam para as quartas de final. Neste ano, as quartas de final e as semifinais, serão disputadas em jogo único. O vencedor da Chave BH enfrenta o ganhador da Chave Metropolitana na finalíssima, prevista para o dia 14 de janeiro.

Nesse domingo, estive na partida entre Sarzedo e Pedra Branca, de Ribeirão das Neves. O time nevense levou a melhor e bateu o atual campeão por 3 a 0 no Estádio Municipal Otávio Pinheiro, em Sarzedo. Os gols foram marcados por Thiago Costela, Clevinho e Miquinho, que marcou um golaço de cobertura. Mas o destaque do jogo, ao meu ver, foi outro. Na abertura do jogo, crianças e idosos do Projeto Música, da prefeitura de Sarzedo, roubaram a minha atenção com o Hino Nacional. Um projeto gratuito, com 180 alunos de escolas da rede municipal, liderado pelo maestro Joanir de Oliveira. Que privilégio eu tive de poder ver o futebol amador fazendo o que de melhor sabe fazer: a inclusão social.

E são nestas horas que agradeço pela oportunidade de viver esta loucura que é o mundo do futebol. Há pouquíssimos dias estive na Rússia para cobrir o sorteio da Copa do Mundo. Na oportunidade entrevistei Ronaldo e estive ao lado de Tite e Pelé. Agora, meu compromisso é em Sarzedo, Brumadinho, Esmeraldas, Juatuba, Sabará! Meus entrevistados serão Odair, Thiago Costela, Miquinho, Guedô e outros tantos. Se na Rússia, falávamos em Brasil, Argentina e Alemanha, agora é a vez do Betânia, Nazaré, Mineirinho, Verona, Saga, Radiante, etc. E acreditem, a dedicação nas duas ocasiões é a mesma. A emoção do gol? A mesma. 

Dar voz e visibilidade ao futebol amador, como a Copa Itatiaia faz, é mostrar o que de melhor nós mineiros sabemos fazer: acolher! A Copa do Mundo do futebol amador sabe contar histórias, e a mais importante delas ainda está em construção: a história de Belo Horizonte! 

Aproveito a oportunidade para parabenizar a cidade do mais belo horizonte do Brasil! Que venham mais 120 anos de pura história e futebol! 

Tamo junto e até a próxima!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link